Projeto Educação Garantida inicia avaliação das escolas parceiras

Projeto Educação Garantida inicia avaliação das escolas parceiras

A equipe do Educação Garantida, projeto patrocinado pela XP Investimentos, deu início ao processo de visitas às escolas parceiras de São Paulo, no dia 24 de maio, e contou com a participação da Analista de Gente e Gestão do Grupo XP, Ana Oliveira.

Para a realização desta atividade foi desenvolvido um instrumental que será aplicado em cada uma das 55 escolas parceiras do projeto, com o objetivo de medir o quanto o Projeto contribui para melhorias estruturais e pedagógicas, além de coletar indicadores que serão o marco zero desta avaliação.

A partir de junho, a metodologia de levantamento de resultados, desenvolvida pelo Instituto da Criança, começou a ser aplicada. Desta vez, no grupo de escolas parceiras, no Rio de Janeiro.

Na foto: Ana Oliveira, Analista de Gente e Gestão do Grupo XP, em visita a uma das escolas contempladas pelo projeto

Projeto Educação Garantida já patrocina mais de 3.000 mensalidades neste ano

Projeto Educação Garantida já patrocina mais de 3.000 mensalidades neste ano

Ensinando para transformar vidas“. É com esta frase que Márcia Berriel, presidente da Escola Assed, em Nova Friburgo, município do Rio de Janeiro, destaca a importância do poder transformador da educação. Márcia ressalta ainda que a parceria com o Educação Garantida, projeto patrocinado pela XP Investimentos, agregará muito à escola, tornando possível o acesso a uma boa base educacional para famílias que antes não poderiam permanecer na instituição. Além disso, Escola Assed terá a oportunidade de realizar projetos que antes estavam apenas no papel e agora estão para ativação.

A iniciativa, que conta com o desenvolvimento do Instituto da Criança, tem como meta efetuar o pagamento de 10.000 mensalidades escolares neste ano. Até abril, já foram pagas 3.237 mensalidades, contemplando 866 alunos do Ensino Fundamental I em 55 escolas parceiras de 22 municípios do Rio de Janeiro e São Paulo.

A partir de junho deste ano, o projeto estará em fase de acompanhamento dos impactos gerados nas escolas parcerias: “A equipe iniciará visitas nas instituições para realizar levantamento de dados e, então, avaliar as mudanças socioeconômicas e estruturais geradas pela iniciativa“, destaca Raquel Coelho – líder do Projeto Educação Garantida.

Na foto: crianças do Centro Educacional Souza Poletti, em Nova Friburgo – município do Rio de Janeiro

Projeto Educação Garantida apresenta novos resultados

Projeto Educação Garantida apresenta novos resultados

Passar de ano na escola, entrar para a faculdade e conquistar o primeiro emprego. Para tornar isso realidade é necessário investir no Ensino Fundamental. Segundo estudo do Instituto de Ensino e Pesquisa (Insper-SP), o bom aproveitamento da criança nessa fase é decisivo para que ela tenha um excelente desempenho na universidade e, consequentemente, esteja mais bem preparada para enfrentar o mercado de trabalho. A pesquisa concluiu também que quanto antes a criança ingressar na escola, maiores serão as chances de ela ter sucesso na vida. Pensando nisso, recentemente, o Educação Garantida, projeto patrocinado pela XP Investimentos, firmou parceria com mais 178 crianças em vulnerabilidade socioeconômica, chegando a quantidade de 854.

A iniciativa, que conta com o desenvolvimento do Instituto da Criança, tem como meta efetuar o pagamento de 10.000 mensalidades escolares neste ano. Apenas até março, por exemplo, 2.371 mensalidades já foram pagas, contemplando 54 escolas parceiras de 22 municípios do Rio de Janeiro e São Paulo.

Para Adriana, mãe de Yasmin Lopes, aluna da Escola Confessional Monza, de São Paulo/SP, a bolsa adquirida foi essencial para a manutenção do aparelho auditivo de sua filha: “O dinheiro que teríamos que arcar com as mensalidades foi utilizado para o reparo. Agradeço a XP Investimentos por colaborar para um ensino de melhor qualidade para as crianças“.

 

 

Danilo, pai do Cauã Moura – Instituto de Desenvolvimento Educacional e Métodos/SP

Danilo, pai do Cauã Moura – Instituto de Desenvolvimento Educacional e Métodos/SP

Desde o ano a passado , o projeto Educação Garantida proporcionou que nós realizássemos melhorias na nossa casa, fazendo reformas, trocando telhados, portas, janelas e instalando caixa d’água.Com a renovação da bolsa, esse ano, vou ter condições de comprar um computador para que ele possa fazer as pesquisas escolares.

Ana Cláudia – mãe do Paulo Arthur – CEPEC/RJ

Ana Cláudia – mãe do Paulo Arthur – CEPEC/RJ

Se não fosse pela bolsa concedida pelo projeto, seria impossível que o Paulo Arthur continuasse no colégio. Após descobrir um tumor cerebral,  meu marido está impossibilitado de trabalhar, fazendo com que nossa renda familiar ficasse muito precária, com isso, o projeto tem nos auxiliado e contribuído muito para desenvolvimento da educação do nosso filho.

Juliano – pai da Maria Clara Soares De Lima- Colégio Arca de Noé/SP

Juliano – pai da Maria Clara Soares De Lima- Colégio Arca de Noé/SP

Em 2017 sofri um sequestro relâmpago, em que a bala acertou minha coluna e minha vida mudou do dia para noite. Perdi o movimento das pernas e me tornei cadeirante. No ano de 2018 a bolsa me ajudou muito, pois me encontrava em dívidas com a escola, referente as mensalidades atrasadas, e graças ao projeto não precisei tirar minha filha do colégio.